Pontualidade é sinônimo de respeito e educaçãoEm tempos de correria, ser pontual faz toda a diferença

Nos dias corridos em que vivemos, chegar atrasado a uma reunião de negócios, a uma aula ou até mesmo a um encontro com amigos tem se tornado cada vez mais comum. Diante disso, ser pontual passou a ser uma das qualidades mais admiradas na atualidade. Mas, afinal de contas, o que é pontualidade? O que essa característica relacionada ao fator tempo revela?

Pontualidade é a qualidade de quem respeita o cumprimento de horários, deveres ou compromissos. Ser pontual se traduz em disciplina, responsabilidade, organização. Significa saber administrar o tempo de forma a cumprir datas e horários marcados. Ser pontual é, antes de mais nada, ser disciplinado. É saber planejar e administrar o tempo de execução das tarefas, além de controlar o tempo de deslocamento de uma tarefa para outra.

A pontualidade revela uma série de características sobre o comportamento humano. É uma forma importante de se demonstrar respeito por alguém. Isso porque, quando se assume um compromisso com hora e/ou data marcada, naturalmente, a vida de outras pessoas também pode ser afetada pelo cumprimento pontual ou não da tarefa. Assim, sempre existe uma estrutura que se desenrola em função do comprometimento das pessoas com os horários.

Sobretudo na vida profissional, não ser pontual demonstra a falta de responsabilidade em cumprir o que se promete, respeitar prazos e horários, a falta de respeito com quem o aguarda, dentre outros fatores. De maneira geral, essa falta de pontualidade está quase sempre associada à má gestão. É onde entra o planejamento e o uso da agenda. Uma pessoa desorganizada é obrigada, muitas vezes, a reajustar rotinas e horários e a remarcar compromissos. E a conseqüência de pessoas que costumam se atrasar é a construção de uma imagem pessoal negativa.

Como ser pontual

Para quem faz sempre a linha atrasado, caso queira mudar esse perfil, uma boa dica é analisar suas tarefas diárias, desde o acordar ao se deitar. É extremamente importante ter consciência do tempo que leva para tomar banho, arrumar-se, comer, deslocar-se até o trabalho ou de um ponto a outro da cidade com e sem engarrafamento, dentre outras atividades. Saber quanto tempo leva para se levantar, após acordar faz diferença. De repente, é preciso mudar o horário de ir deitar e acordar, para ser mais pontual aos compromissos. Criar o hábito de sempre conferir as horas também é interessante. A regra é se planejar e se organizar com rigor. Até porque atrasos e desorganização andam juntos.

Para contornar atrasos, comprometer-se a estar, pelo menos, dez minutos antes da hora marcada sempre ajuda. Quem chega cedo demais pode aproveitar o tempo de sobra para se ambientar, cuidar do visual, fazer ligações e até conferir os outros compromissos da agenda. Caso o atraso não consiga ser evitado, a educação, responsabilidade e profissionalismo podem ser notados numa simples ligação antecipada, para avisar que não chegará na hora marcada. Só que conseqüentes atrasos podem implicar numa imagem negativa perante as pessoas. Isso pode demonstrar irresponsabilidade ou deixar claro ser alguém que é sempre vítima de problemas e não tem controle de sua própria vida.

É natural, com o tempo, aprender o padrão de comportamento das pessoas em relação ao tempo e se adaptar a ele. Ao conhecermos com quem estamos lidando, é possível saber quem chegará no horário e quem irá se atrasar. Segundo o antropólogo Edward T. Hall, existem dois tipos típicos de comportamento relacionados à pontualidade. Há aquele que considera o tempo como algo exato. Prova disso é que chega aos compromissos com uma antecedência mínima de cinco minutos. Já a pessoa que trata o tempo como uma coisa aproximada costuma chegar, por exemplo, ¨por volta das¨ 15h30. Para ele, cinco minutos antes ou depois estão, perfeitamente, dentro do horário combinado. Contudo, ao marcar uma reunião com alguém que não se conhece o perfil, quando a pessoa se preocupa com a própria imagem, a pontualidade é uma regra, mesmo que o outro venha a chegar atrasado.

Pontualidade como receita de sucesso

A maneira como se relaciona com o tempo é algo cultural. Entender como funciona a questão de pontualidade, prazos e outras coisas que envolvem o fator tempo é fundamental para quem lida com outras culturas. A consultora de etiqueta Kimberly Roberts afirma que, em países como China, Japão e Alemanha ser pontual é uma obrigação e chegar atrasado pode ser uma ofensa. Já na Austrália, Canadá, Estados Unidos, Inglaterra, Itália e África do Sul, a pontualidade é extremamente valorizada. Em países como Argentina, Bolívia, Brasil, México, Portugal e Coréria do Sul, embora a pontualidade seja esperada, as pessoas podem chegar atrasadas. Na Argélia, Caribe, França, Irlanda e Marrocos, a pontualidade não é algo tão rígido.

Há, ainda, alguns outros motivos que somam ponto a favor da pessoa que preza pela pontualidade. Primeiro: respeitar o tempo dos outros é qualidade dos bem educados. Um pedido de desculpa é sempre bem vindo. Mas, a não ser que ocorra algo muito grave, atraso é sempre atraso, e dificilmente será perdoado com uma ligação ou mensagem de texto. Além disso, a pontualidade é uma virtude daquele que busca o sucesso, já que respeito a horário significa respeito com o outro e é sinônimo de competência e disciplina, porque ser reconhecido como uma pessoa pontual traduz eficácia no cumprimento das tarefas e dos prazos. Em outras palavras, quem é pontual torna-se referência em qualidade e educação.

Esta entrada foi publicada em COMPORTAMENTO e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Mais Notícias
  • Duas Medidas fecha com o Bloco Burburinho para o Carnaval 2015
  • Sheila Mello novamente na Playboy?
  • Parangolé em dose dupla no Salvador Fest 2014
  • Ex-BBBs Clara e Vanessa animam festa em Salvador
  • Anitta e Lucas Lucco são confirmados na Dança dos Famosos 2014
  • Ivete Sangalo radicaliza e aparece ruiva em evento
  • Alinne Rosa faz topless em praia do Rio
  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>